Brazilian-German family trees
Tree: Main tree
Search

Histories

» Show All     «Prev «1 ... 6 7 8 9 10 11 12 13 14 ... 19» Next»

História da Família de Peter Barth em Rio Pardinho

(Versão para o Português do original em alemão
Geschichte der Familie Peter Barth in Rio Pardinho
), (in: Centenário da Colonização Alemão em Rio Pardinho,
1952, pp.317-318)

Ao redor de 1855, imigrou para o Brasil Peter Barth juntamente com sua família. Com ele vieram a esposa Anna Bender Barth, os filhos e o irmão Michel, com a respectiva família.

Após três meses de uma longa viagem em um navio a vela, a família finalmente pode ficar feliz por pisar na prometida terra brasileira. Inicialmente, a estiveram instalados na colônia hoje pertencente a Helmuth Scherer, em Dona Josefa. A primeira acomodação foi uma barraca de lona embaixo de uma grande árvore. Logo, a barraca foi subsituída pela segurança de uma casa de troncos roliços. O início não foi de todo difícil, já que Peter Barth havia trazido consigo sementes, ferramentas e utensílios e possuía algumas libras esterlinas. Após alguns anos, a família mudou-se para Rio Pardinho.

Entre os quatro filhos do casal Barth, encontrava-se Karl Barth, personagem conhecido e respeitado em Rio Pardinho. Já como criança, ele auxiliou seu pai e outros colonos da região, na abertura da primeira picada aberta na mata virgem conduzindo a Santa Cruz.

Nos anos seguintes, ele participou também da construção da estrada, ainda hoje existente, ao redor do morro da igreja e da escola.

No ano de 1872, Karl Barth casou com Johanna Iserhard, filha Karl Wilhelm Iserhard e de Juliana Dinger Iserhard. Johanna havia chegado alguns anos depois de Karl ao Brasil. Sua família estabeleceu-se em Porto Alegre, onde o pai viu maiores oprtunidades como professor de música. Em sua infância, Johanna teve a honra de recitar um poema e entregar uma coroa de louros a Sua Majestade, o Imperador Dom Pedro II, que passou por Porto Alegre, vindo do Uruguay, depois de vitórias na Gerra do Paraguai.

Todavia, devido a uma epidemia de coléra, a família refugiou-se no interior do Município de Santa Cruz, onde Karl Wilhelm Iserhard atuou como professor. Inicialmente, estabeleceram-se em Linha Santa Cruz e mais tarde em (Vila) Teresa.

Depois do casamento, Karl Barth e Johanna Iserhard estabeleceram-se em Rio Pardinho. Com grandes sacrifícios, em 1880, abriram o primeiro hotel e salão de eventos da região. Este prédio existe ainda hoje e sedia a Cooperativa Agrícola Rio Pardinho.

O casal teve nove filhos, dois dos quais faleceram muito cedo. Com isso, os Barth são hoje uma família grande e muito ramificada. Apesar de hoje os descendentes morarem quase todos em Porto Alegre, todos filhos do casal nasceram em Rio Pardinho.

Karl Barth alcançou a idade de 96 anos tendo a sua espoas falecido 7 anos antes. Ambos estão sepultados no Cemitério de Santa Cruz.


Linked to

» Show All     «Prev «1 ... 6 7 8 9 10 11 12 13 14 ... 19» Next»




Site owned by Carlos A. Heuser  (©2004-2018) Software  TNG  (©2001-2018 Darrin Lythgoe)